Deu no Jornal do Brasil:

Trecho da matéria de Ronaldo Cagiano publicada no Caderno B do Jornal do Brasil, domingo passado (16/10), sob o título Um poeta que crê na força da linguagem:

"A ousadia em Arqueolhar não é jogo arquitetônico ou visual, mas o poder de transfiguração da palavra a partir de antigos referenciais, voltados para a verdadeira comunicação da arte, permitindo inovar e renovar dentro da própria tradição.

Nas escavações desse mundo que ficou para trás e se insinua como um ricochete no inconsciente - e aqui reside o sentido arqueológico de seu olhar -, o autor não postula uma reverberação saudosista ou um refluxo nostálgico, mas tematiza poeticamente experiências importantes para sua formação humana e intelectual, encetando um diálogo entre tempos e espaços distintos.

O mergulho nesse ''oceano de fantasias'' transforma-se em catarse e oferece momentos de verdadeira epifania, ao mesmo tempo em que a evocação do passado constitui-se em pano de fundo para uma leitura existencial e a compreensão da relação do homem com o seu meio e sua gente."

A matéria está publicada na íntegra no Sítio do Alexandre Marino e foi reproduzida no site da Livraria Cultura, na página de informações sobre Arqueolhar. Para visualizá-la, basta digitar "arqueolhar" na busca por um título, e ao aparecer o livro clicar na capa.
Postar um comentário