Bebemorações Arqueolíricas [4]

O músico Babilak Bah, este escriba, Luís Turiba, que lançou seu livro Bala, e o poeta Rique Aleixo, conversando sobre poesia numa mesa da Cantina do Lucas, após o Sempre um Papo do dia 24 de outubro, em Belo Horizonte. Uma pena que vocês não estiveram lá.

2 comentários:

marcelo sahea disse...

E o Rique Aleixo? Sangue bom, não é? Abs.

Alexandre Marino disse...

Caro Marcelo, o Rique é gente boa, e teremos a oportunidade de um encontro com ele no início de dezembro, aqui em Brasília. Ele trará uma surpresa... Informarei a tempo.