ENFIM, UMA GRANDE NOTÍCIA

O Diário Oficial da União de ontem, 17/11, publicou na Seção 1, página 28, os classificados do Programa de Bolsas de Estímulo à Criação Artística, e este autor que lhes escreve é um dos selecionados. Isso significa que a Funarte vai patrocinar durante seis meses o meu trabalho de criação de um livro de poemas, cujo título, ainda provisório, é Exília. O projeto foi inscrito sob o número 306. A Funarte vai distribuir 10 bolsas para criação literária, duas para cada região do país.

O Centro-Oeste teve 27 projetos, dos quais também foi selecionado o de Jamesson Buarque de Souza, de Goiás, como o título Outra Tróia. Além de criação literária, serão distribuídas bolsas para dramaturgia, música (erudita e popular), artes visuais e fotografia, além de produção crítica em diversas áreas. Esclareço aos polemistas que cumpri todas as exigências do edital e não tenho a menor idéia dos nomes dos jurados.

O Programa de Bolsas de Estímulo à Criação Artística foi lançado pela Funarte no ano passado.
No Brasil, receber uma bolsa para desenvolver um projeto artístico, ainda mais um livro de poesia, é um privilégio. Outra iniciativa semelhante é o Programa Petrobras Cultural, que está com inscrições abertas. Não vamos nos esquecer de que a criação de programas desse tipo foi uma das propostas do Movimento Literatura Urgente apresentadas ao então ministro da Cultura, Gilberto Gil, em novembro de 2004, no documento "Temos fome de literatura", assinado por centenas de escritores brasileiros.
Postar um comentário